quarta-feira, 26 de janeiro de 2011


Posso ser o que quiser, diga-me o que quer, e eu serei para você.

Diário de Uma Paixão


Reconhecer os próprios erros não é humildade, não. 
Reconhecer e aprender com os próprios erros, é ambição.

Pedro Bial

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

 
Tenho amor incondicional pelas pessoas que entram em minha vida e sinceramente, não sei o quanto isso é bom nos dias atuais. Talvez esse seja meu pior defeito.

Cazuza
(Diário de uma paixão)


Eu perdi. Perdi noites de sono em baladas freqüentadas por garotas de saias e cabeças pequenas. Por playboys deslumbrados, com algum dinheiro e nenhum pedigree. Por corpos sarados e mentes doentes. Festas com muita pose e pouca atitude. Com convites que custam caro e pessoas que se vendem por tão pouco. Me perdi e não encontrei ninguém. Torrei meu dinheiro e minha paciência. Estourei meu cartão de crédito e, por pouco, não estouro meus tímpanos. Mas, quer saber? Cansei de música alta. Prefiro quando você fala baixo no meu ouvido. Prefiro ficar vendo os aviões brancos dando rasantes sobre nossos corpos tintos. Prefiro você suave. Prefiro o silencio dos seus olhos me dizendo que me ama. Prefiro sua voz de madrugada. Prefiro quando você se perde nas notas. Prefiro sua música, seu tom. Por você, eu dei uma nova chance a mim mesma. Eu dei minha cara a tapa. Por você, eu voltei a acreditar no amor adolescente e a ter calafrios na espinha. Por você, comecei a ter ciúme. Por você, posso largar música agitada e aprender a gostar de jazz. Por você, eu largo os vinhos baratos, os xampus caros e as roupas curtas. Porque quando você está dentro, não existe mais nada lá fora. O mundo acaba aqui, na gente. Porque você me faz tão sua. Porque você me faz tão eu.

Brena Braz

domingo, 23 de janeiro de 2011


Tudo tem começo e meio. O fim só existe para quem não percebe o recomeço.

Luiz Gasparetto

sábado, 22 de janeiro de 2011


Sonhe como se você fosse viver para sempre. Viva como se você fosse morrer hoje.
Sou o intervalo entre o meu desejo
e o que o desejo dos outros fizeram de mim.

Fernando Pessoa

O que realmente importa nos livros e nas histórias,
não é quando e como foram escritos,

mas sim a mensagem que nos toca.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011


Algumas coisas estão mudando conforme a cada dia que passa, eu sinto uma mutação, uma espécie de maturidade prematura que cresce e cresce.É como se as coisas não fizessem tanto sentido como antes, é como se eu visse o feio onde eu achava que era bonito, ou vise-versa. Eu mudei, só que, não tenho tanta certeza sobre você, eu sempre ouvi dizer que garotos demoram mais a evoluir do que nós meninas, e eu to começando a entender o fato. Eu via em você, tudo que não via em outros garotos,pensava em você como se o mundo estivesse todinho ao seu redor, ao nosso redor, agora vejo que não é assim, eu te achava lindo, agora não vejo tanta graça, eu imaginava que beleza era só o exterior, um cabelo escorrido, olhos claros, pele branquinha sem imperfeições, músculos, muitos músculos.Mas hoje vejo que beleza não depende só de aparência, porque,com um sorriso,uma elegância , um gesto ou até mesmo o modo de falar faz a pessoa ser muito bonita, e isso agora conta muito. Eu acho que estamos chegando naquela faze difícil, de brigas constantes,choros repentinos, apertos no coração, e falta de fome. Mas não me preocupo tanto quanto antes, não tenho medo, na verdade estou até ansiosa, um pouco confusa claro,mas nada de mais. Eu não aguento mais olhar pra você, beijar e tocar e rir com vontade, perdeu a graça. Quero voltar a ter frios na barriga, beijos no escurinho, mão e celular, festas, bebidas, amigos, farras. Desculpe por ser assim, mas é que eu já não te amo mais, na verdade acho que nunca amei, eu só amava o fato de você me amar, acima de qualquer outra coisa.

- Milena Nicoli

"Apesar de tudo, de todas as desilusões e expectativas não correspondidas, Marley tinha-nos dado uma prenda, ao mesmo tempo grátis e sem preço. Ensinou-nos a arte do amor absoluto. Como dá-lo e recebê-lo. Quando é assim, todas as outras coisas tendem a bater certo."

- Palavras do verdadeiro dono de Marley.

Sobre mim


    • Nome: Alana
    • Irmãos: uma irmã
    • Signo:  leão
    • Olhos: castanhos
    • Uma banda: Capital Inicial
    • Uma pessoa: mãe
    • Um sentimento: amor
    • Um animal: cachorro
    • Um meio de comunicação: olhares

    • Um desenho: Bob Esponja
    • Uma estação: inverno
    • Uma música: you and me - Lifehouse
    • Um objetivo: ser melhor
    • Um filme: Dear John
    • Uma cantora: Hayley Williams
    • Um cantor: Charlie Brown
    • Uma flor: margarida
    • Uma roupa: shorts e batas
    • Uma arma: não ter armas
    • Um programa de televisão: BBB
 
    • Um horário: noite
    • Um verbo: sorrir
    • Um número: 1
    • Uma comida: sorvete
    • Uma letra: A
    • Um doce: de leite
    • Um amor: de mãe
    • Um Livro: O vendedor de Sonhos – Augusto Cury
    • Um passatempo: ouvir música
    • Uma matéria: artes/inglês

    Escolha:
    • Dia/Noite: Noite
    • Amor/Paixão: amor
    • Por/Nascer do sol: pôr do sol
    • Verdade/Desafio: desafio
    • Piscina/Oceano: Oceano
    • Bolo/Torta: bolo
    • Praia/Campo: praia/campo
    • Cego/surdo: mudo

    Nas últimas 96 horas (4 dias):
    • Chorou?: não
    • Escreveu uma carta? não.
    • Falou com o seu amor? sim
    • Sentiu-se estúpido? sim
    • Teve uma conversa séria? sim
    • Viu alguém que não via há muito tempo? sim
    • Conheceu alguém? não
    • Sentiu falta de alguém? Sim
    • Apaixonou-se? não
    • Fez alguém chorar? não

    Você se acha:
    • Um bom ouvinte? sim
    • Uma boa companhia? quase sempre
    • Uma pessoa feliz? muito!

    • Bonito? na medida certa, hihi;
    • Um bom amigo? sim.
    • Um bom conselheiro? ér, não.

   Bolinhas Aleatórias:
    • Já pensou que fosse morrer? sim
    • Se apaixonou por algum professor? não
    • Se declarou? sim
    • Guardou um segredo? sim
    • Sente saudades do que? de alguns amigos
    • O que costuma tomar café da manhã? leite
    • O que tem nas paredes do seu quarto? espelho
    • Você coleciona alguma coisa?  não
    • Uma música que marcou sua vida? Monsoon – Tokio Hotel  
    • Uma música que você está vivendo? nenhuma música específica
    • Que tipo de filme você curte? romaance, comédia
    • Qual seu ponto fraco? quem eu amo
    • Você toca algum instrumento? 
não
    • Se você fosse numa festa à fantasia hoje, o que vestiria? Wendy   
    • A primeira palavra que vier a sua cabeça: amizade

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011


 Ela: Às vezes sinto falta de mim.
 Ele: Eu também, menina.
 Ela: Sente falta de si?
 Ele: Não, de você. E dói.
Caio Fernando Abreu

Eu sou sim a pessoa que some, que surta, que vai embora, que aparece do nada, que fica porque quer, que odeia a falta de oxigênio das obrigações, que encurta uma conversa besta, que estende um bom drama, que diz o que ninguém espera e salva uma noite, que estraga uma semana só pelo prazer de ser má e tirar as correntes da cobrança do meu peito. Que acha todo mundo meio feio, meio bobo, meio burro, meio perdido, meio sem alma, meio de plástico, meia bomba. E espera impaciente ser salva por uma metade meio interessante que me tire finalmente essa sensação de perna manca quando ando sozinha por aí, maldizendo a tudo e a todos. Eu só queria ser legal, ser boa, ser leve. Mas dá realmente pra ser assim?

Tati Bernardi

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011


...sempre inquieta, fazedora de coisas e experimentadora de curiosidades.

- Clarisse Lispector


Tantos planos e outra vez eu vou embora sem saber o que falar. Talvez eu seja só um novo amigo, talvez eu queira te levar comigo pra bem longe daqui, onde nem o céu seja o limite. Esperei o tempo falar por mim, coisas que eu não sei dizer, coisas que eu não sei dizer.


Quem acredita sempre alcança!

Renato Russo

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

O melhor amor é aquele que acorda a alma
e nos faz querer mais,
que coloca fogo em nossos corações
e traz paz as nossas vidas.
Foi isso que você fez comigo
e era isso que eu queria ter feito com você pra sempre...

Nicholas Sparks ( Diário de uma paixão )